IJUCI lança campanha de financiamento online para manutenção de casas de acolhimento

19 / Janeiro / 2017 — 20:56 — DestaquesSem categoria

Se levarmos em conta que um dos significados para palavra casa é família, lar, talvez fique mais claro a compreenssão do porquê todo mundo almeja por um ‘canto para chamar de seu’. E essa é a proposta das 7 casas geridas pelo Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania – IJUCI, para crianças, adolescentes e jovens em risco pessoal e social, em Belo Horizonte. Promovendo os direitos fundamentais previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Para que esses meninos e meninas possam voltar a viver com plenas condições de desenvolvimento pessoal e social, o IJUCI lança a campanha de crowdfunding “Meu guri… Refazendo essa história”, com o objetivo de arrecadar recursos para a manutenção dessas Unidades de Acolhimento Institucional, a fim de oferecer mais conforto, proteção e dignidade para esses meninos e meninas em seus novos lares.

As casas ainda estão sendo equipadas e o valor arrecadado com a “vaquinha” online será revertido em móveis, eletroeletrônicos e eletrodomésticos, itens de cama, mesa e banho, utensílios domésticos, entre outros materiais necessários e, também, para subsidiar as oficinas e atividades pedagógicas realizadas.

Ao contribuir com a melhoria da qualidade de vida das crianças, adolescentes e jovens, a cada R$60,00 doados, o colaborador concorre a uma viagem para Buenos Aires, na Argentina, com direito a um acompanhante. As formas de doação e regras estão disponíveis no site da campanha: www.redeamiga.ijuci.org.br, e você pode participar quantas vezes quiser.

Em um dos lares estão sendo atendidas crianças e adolescentes de ambos os sexos, na faixa etária de 7 a 18 anos, exclusivamente grupo de irmãos. Enquanto outra casa atende meninos de 7 a 12 anos e duas unidades acolhem meninos de 12 a 18 anos. Além desses espaços, está previsto a abertura de uma casa que atenderá meninos de 12 a 18 anos, e mais duas que atenderão jovens de 18 a 21 anos, que viveram em abrigos e completaram a maioridade.

No total, cerca de 100 crianças, adolescentes e jovens em situação de risco pessoal e social, do município de Belo Horizonte, sob medida de proteção em acolhimento institucional, encaminhadas pelo Juizado da Infância e Juventude, Ministério Público e Conselho Tutelar, poderão ser atendidos nessas Unidades, em cogestão com a Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social de Belo Horizonte.

Entre as diretrizes do Programa de Acolhimento Institucional está o compromisso com a promoção, proteção e defesa de direitos de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária estabelecida na Constituição Federal de 1988 e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) de 1990. Nas unidades esses meninos e meninas têm a oportunidade de refazerem suas histórias, provando que é possível mudar o curso de suas vidas e garantir um futuro mais digno, com preservação de direitos e retomada de esperanças.

Além disso, o ambiente de acolhimento deve criar mecanismos para fortalecer gradativamente a autonomia, desenvolvimento de habilidades e o pleno desenvolvimento nas diferentes faixas etárias atendidas, preservando-se a individualidade e características do público atendido.

Sobre o IJUCI

Fundado em junho de 2000, o Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania (IJUCI) é uma associação civil sem fins lucrativos que desenvolve ações com o objetivo de promover e garantir o acesso aos direitos fundamentais e humanos. O IJUCI executa atualmente nove programas sociais de políticas públicas em parceria com os governos Municipal, Estadual e Federal e um programa de autoria própria desenvolvido com a ajuda de voluntários, beneficiando crianças, adolescentes, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade pessoal e social que tiveram seus direitos violados. Além disso, a instituição presta serviços a moradores de regiões com alto índice de criminalidade.

Serviço

Crowdfunding “Meu guri… Refazendo essa história”, com o objetivo de arrecadar recursos para a manutenção de 7 Unidades de Acolhimento Institucional.

Contato: Leandro Barbosa – Assessor de Comunicação

(31) 3295-5655 | (31) 99248.8683

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *