Cachola Empreendedora

Período: 2015

Apresentação

O projeto Cachola Empreendedora – Laboratório de ideias promove encontros entre jovens de municípios do baixo Jequitinhonha para estimular o desenvolvimento de soluções para demandas locais. A partir de um diagnóstico das demandas juvenis nos municípios, os jovens são provocados a propor ideias para solucionar problemas ou potencializar iniciativas de suas comunidades. As ideias são testadas e desenvolvidas ao longo do ano, com o apoio de educadores e profissionais da organização. Para isso, a turma participará de formações em empreendedorismo, tecnologia, mobilização social e direitos das juventudes. Ao fim do projeto, uma ideia pode ser escolhida para receber apoio da Fundação Telefônica.

Em realização durante o ano de 2015, o Cachola Empreendedora é parte da Plataforma de Desenvolvimento de Empreendedores (PDE) da Fundação Telefônica, que desenvolve iniciativas semelhantes nos estados de São Paulo, Pará e Bahia. No semiárido mineiro, o Cachola Empreendedora tem como sede a cidade de Almenara e conta também com a participação de jovens de Jequitinhonha. Paralelamente, uma turma será formada na região do médio Jequitinhonha, reunindo jovens de Pedra Azul, Itaobim e Cachoeira do Pajeú. O projeto é uma iniciativa da Fundação Telefônica, realizado em parceria com a Oficina de Imagens e o Cededica-Vale (Pedra Azul), contando ainda com a parceria local da organização Monsa, no município de Almenara.

Ações

A iniciativa se divide em duas fases:

– No primeiro semestre, são realizados encontros com foco no projeto de vida dos jovens, buscando articular conteúdos relacionados a empreendedorismo e tecnologia às demandas da juventude nos municípios. A primeira fase é finalizada com uma Mostra Laboratório, em que os jovens têm a oportunidade de testar e defender publicamente suas ideias.

– No segundo semestre, as ideias serão desenvolvidas de forma a se apresentarem como soluções viáveis para as demandas identificadas. Nesta segunda fase, novos encontros formativos são realizados, para que os jovens elaborem e coloquem em prática planos de ação para o aperfeiçoamento das ideias. O projeto é concluído em um evento de apresentação dos trabalhos (conhecido no mundo do empreendedorismo por pitch), onde os jovens compartilham ideias, processos e resultados para uma banca composta por educadores, profissionais e empreendedores locais.

Público

– Público direto: 115 jovens com idades de 15 a 29 anos, moradores dos municípios de Almenara e Jequitinhonha