Comunicação e violação de direitos

A Oficina de Imagens participa de amplo programa de monitoramento de violações de direitos em veículos brasileiros de comunicação, oferecendo insumos para que a sociedade combata tais práticas, nocivas à cidadania: as produções de rádio e televisão especializadas no registro de violências e criminalidades.

A estratégia consiste no desenvolvimento e implantação de tecnologia social que permita a identificação das violações e a infração às leis correspondentes, tanto por comunicadores quanto pela sociedade em geral. Para tanto, foi construída uma ferramenta de análise de mídia, que está sendo empregada em extensa pesquisa, realizada sobre produções de rádio e TV das diferentes regiões do País.

A ação é coordenada pela ANDI, em parceria com o Ministério Público Federal, o Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação, a Artigo 19 e organizações da Rede ANDI Brasil – especificamente, a Catavento (CE), a Cipó Comunicação Interativa (BA), a Auçuba (PE), a Bem TV (RJ), a Oficina de Imagens (MG), a Ciranda (PR) e a GIRA Solidário (MS).

O programa de monitoramento é uma ação do projeto ANDI 21 anos – A mídia brasileira e os direitos humanos: avanços e desafios, que tem o apoio da Fundação Ford e patrocínio da Petrobras.

patrocinio

Leia mais sobre o assunto clicando aqui.