Prorrogada até 19/06 temporada da exposição Territórios de Direitos no Memorial Minas Vale

07 / junho / 2016 — 12:10 — Sem categoria

Está aberta à visitação, até o dia 19 de junho, a exposição Territórios de Direitos, no Memorial Minas Gerais Vale. Com fotos produzidas pelos adolescentes durante oficinas do programa Proteger é Preciso (PEP), da Oficina de Imagens e Fundação Vale, os trabalhos têm como objetivo chamar a atenção para a importância da participação de adolescentes e jovens como protagonistas na discussão sobre a violência sexual.

“Essa exposição vem mostrar, mais uma vez, que nós podemos apostar na nossa juventude. É muito potencial e muita sensibilidade”, destacou a Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, durante a abertura da mostra. “Precisamos dizer para a juventude: ‘a palavra está com vocês’ e a nós só cabe apoiar”.

O adolescente Carlos Lana, que participou da produção das imagens, falou sobre a importância de fazer parte do PEP: “aprendemos muito sobre imagem e direitos humanos e sobre o nosso cotidiano. O projeto também contribuiu para que começássemos a trabalhar em equipe. Serviu muito para a socialização dos jovens”.

A abertura motivou a realização de uma roda de conversa sobre violência sexual e os desafios para o desenvolvimento saudável da sexualidade de crianças e adolescentes. O colaborador da Oficina de Imagens e representante da ECPAT Brasil e do Comitê Nacional de Enfrentamento a Violência Sexual Infanto-juvenil, Rodrigo Corrêa, afirmou que o fato de a sexualidade ainda ser encarada como tabu é um dos principais empecilhos na discussão. “Para falar desse tema, é importante falar da cultura e dos direitos. A partir do momento em que eu sei meu direito, eu percebo quando ele está sendo violado. E, no Brasil, principalmente em Minas Gerais, temos muita dificuldade de falar de sexualidade no contexto familiar porque, em algum momento, aprendemos que isso é feio, é tabu”, pontuou.

“Quando uma criança ou um adolescente afirma sua identidade sexual, ainda temos dificuldade de lidar. Eu acredito que exposições como essas, de reconhecimento do próprio corpo, nos ajudam a caminhar”, finalizou Rodrigo.

A exposição

A exposição é composta por 12 séries de fotos e vídeos que retratam a visão de adolescentes e jovens dos municípios de Barão de Cocais, Catas Altas, Itabirito, Mariana, Nova Lima e Ouro Preto sobre o espaço onde vivem, comportamento, sexualidade e direitos humanos. Confira alguns dos temas retratados:

Arqueologias
Durante um exercício de mapeamento da cidade, foram coletados objetos que dizem um pouco sobre as atividades e transformações em Antônio Pereira.

arqueologia

Self Pelado

Durante uma oficina de fotografia, o uso que adolescentes e jovens fazem do celular levantou uma questão: o “Self Pelado”. Essa prática foi ponto de partida para debates sobre sexualidade, direitos sexuais, exploração sexual, uso da internet e redes sociais, objetificação dos corpos, principalmente do feminino, e construção da imagem pessoal e suas consequências.

selfie_pelado

Territórios de Direitos

As imagens retratam um pouco do cotidiano dos adolescentes e jovens e trazem questões importantes como estudo, lazer, escola, relacionamentos e família.

territorios

Serviço
O quê: Exposição “Territórios de Direitos”
Quando: Até 19/06
Onde: Memorial Minas Gerais Vale, Praça da Liberdade, esquina com Rua Gonçalves Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *